A MAIOR COMPETIÇÃO CRONOMETRADA 
 DE CINEMA DO MUNDO 

48 HORAS PARA ESCREVER, PRODUZIR, FILMAR E EDITAR UMA CURTA-METRAGEM

—  "Do Outro Lado", Black.Art, 2019 (Melhor Filme)

HÁ VIDA (CULTURAL) PARA LÁ DA PANDEMIA.

A MAIOR COMPETIÇÃO DE CINEMA CRONOMETRADA DO MUNDO REGRESSA NA SUA 12ª EDIÇÃO EM LISBOA

Mesmo em tempo de pandemia, o 48 Hour Film Project Lisboa nunca "fugiu" à missão de se assumir como um espaço de experimentação e oportunidades para jovens criadores cinematográficos - ou para todos aqueles que nesta competição viram um desafio de superação e descoberta de novas competências. Foram duas edições (2020 e 2021) em que todos - produção do 48HFP, técnicos dos espaços que nos acolheram, realizadores e equipas artísticas... até mesmo os espectadores - foram (literalmente) testados na sua perseverança e vontade de apostar num desafio de características únicas. Há que assumir: foram dois anos difíceis para a cultura e de grande exigência para o "nosso" 48HFP. E não poucas vezes teria sido mais fácil ficar em suspenso, esperar que melhores e mais seguros dias chegassem. Não foi fácil - mas avançámos. Sabendo que teríamos de limitar eventos, estar menos presentes (ao vivo) com os nossos artistas, esperar por algumas das novidades que queríamos implementar - mesmo assim, avançámos.

Como não o fazer? Que dizer às diversas equipas de criação que, em condições exigentes e com cautelas redobradas, continuaram a querer fazer uma curta-metragem em apenas 48 horas? Que dizer aos espectadores que tiveram a oportunidade de, nas passadas duas edições, assistir em primeira vista à estreia de 30 novos filmes portugueses? E aos parceiros que continuaram a apostar em nós - ou a outros que, num período de intensa dificuldade, viram este momento como o ideal para se juntarem a esta "família"? Que dizer até a nós, sempre maravilhados quando temos o privilégio de sermos os primeiros a assistir às curtas-metragens feitos num intenso fim-de-semana?

E agora, ainda com algumas precauções - e com novos motivos de preocupação a leste - queremos abraçar o lento regressar à energia e normalidade. Não será tudo o que desejamos - há que tomar passos cautelosos, embora seguros. Mas tudo se reencaminha. Até no calendário. Voltamos à Primavera. Aos dias mais largos e às noites amenas. Cenário nada menos que ideal para fazer um filme... em apenas 48 horas. Aceitam o desafio?

Ricardo Mendes

(48HFP City Producer, Lisboa)

 

  PARCEIROS E APOIOS  

PARCERIA ESTRATÉGICA

camaramunicipallisboa-1.jpg
egeac.png

CO-PRODUÇÃO

cossoul.png
cinemasaojorge-1_edited.png

PATROCÍNIO INTERNACIONAL

write-bros-_edited_edited.png
 

 ORGANIZAÇÃO 

cn_instit.png
48hfp-logo.png